O Vidro na Decoração dos Ambientes

          Os vidros decorativos estão ganhando cada vez mais espaço no mercado, principalmente, pela diversidade disponível: vidros coloridos, serigrafados, esmaltados ou pintados, impressos e craquelados fazem parte de um arsenal de aplicações, que vão desde peças decorativas, até revestimentos de paredes e de cozinhas em vidro esmaltado, portas, divisões de ambientes, telas de projeção, bancadas, balcões, mesas, pisos, até o mobiliário, como o espelho sobre o tampo do bar e na parede do balcão da sala de jantar, até as janelas acústicas de vidro duplo, com ou sem persianas embutidas ou controle solar.

 

        

 

 

 

Bisote ou bisotado

Para quem não gosta de usar molduras e não quer cortes que formem algum desenho (oval, retangular, quadrado, em flor, ondulado, etc.), mas desejam que haja alguma diferenciação nos detalhes pode optar por espelhos bisotados.

 

O bisote é uma técnica usada no vidro que faz desenhos e decorações perto de sua borda, geralmente com padrão de 2cm. Embora a medida de 2cm seja a mais usual, o tamanho dos bisotes não é uma regra, pois eles podem ser delicados e pequenos com 0,5cm para um efeito mais sutil, ou mais marcados e presentes como os bisotes de 6cm. Alguns dos detalhes ainda podem ser vazados fazendo com que a própria borda desenhada funcione como moldura para a sua decoração com espelhos.

Espelhos na Decoração

 

          Os espelhos  são recursos excelentes para criar a sensação de amplitude. Em pequenos espaços, é só colocar um espelho de forma estratégica que o ambiente já se transforma. Segundo a arquiteta Lilian Fajardo, o espelho tem efeito “mágico”, pois amplia o ambiente e proporciona a sensação de profundidade. Está sempre em alta, já que deixa o decór mais sofisticado e iluminado.

 

            Elemento que antigamente era utilizado apenas nos banheiros, os espelhos podem ser instalados em vários locais. “A espessura dos espelhos varia de 2mm a 6mm. As cores podem ser prata, cinza ou bronze. Diamond Guard, com espessura de 15mm, é indicado para tampo de mesa e aparadores, pois é dez vezes mais resistente a riscos”.

 

          Fazer o uso de forma correta da decoração com espelhos no design de interiores transforma simples objetos em pontos fortes, ou complementares de uma decoração. Saber tirar melhor o proveito dos espelhos e seus efeitos é um ótimo desafio para sua decoração ficar ainda mais completa e sofisticada.

 

         O uso de espelhos para decorar o interior de casas começou na antiguidade, fazendo parte de alguns móveis como armários, penteadeiras, aparadores, ou como quadros em salas de jantares, quartos e corredores. Na modernidade ele começou a ser empregado em banheiros e quartos para dar a sensação de amplitude e aproveitar melhor a luminosidade, seja natural ou originada da iluminação de lâmpadas.

 

 

Ampliando ambientes utilizando a decoração com espelhos

 

Espaços pequenos podem ganhar ilusão de amplitude quando os espelhos são posicionados de forma correta. Usar uma parede revestida do teto ao chão por espelhos gera profundidade e sensação de pé direito maior, ou placas posicionadas lado a lado para refletir a iluminação também aumentam a visão de amplitude.

 

 

Para proporcionar uma sofisticação a mais em salas, quartos e corredores a função do espelho como objeto de decoração pode ser pensada de outra maneira, usando molduras variadas, tamanhos e cores diferentes. Ao invés de pendurá-los, eles ficam apoiados no chão, em mesas, prateleiras ou ainda apoiados em algum móvel. Em corredores eles refletem a luz para o outro lado e dão sensação de uma distância maior, quando colocados em uma das pontas.

Caso ele seja fixado na parede lateral do corredor, a sensação de amplitude também será gerada na largura da circulação, fazendo com que ela pareça mais larga do que é realmente.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Rua Ricão, 114 - Loja 04 - Bairro Operário

Novo Hamburgo, RS   93310-460

artesulvidros@gmail.com

 

ArteSul Vidros

  • Wix Facebook page

Espelhos no mobiliário

Além das vantagens citadas em relação às sensações e ilusões que o espelho pode dar, há sua contribuição na decoração como parte integrante de mobiliário.

 

Muitas cômodas, criados-mudo, gabinetes ganham requinte com aplicações de vidro espelhado em suas gavetas e portas. Elas servem como destaque, principalmente quando o ambiente é mais iluminado, assim como as mesas que recebem como tampo o espelho, além de ganhar brilho mudam a decoração de acordo com a luz que recebem de fora (dia e noite) e de dentro (luz do teto, abajur, spots, etc.).

 

Para brincar com os móveis espelhados use estampas ao redor, de acordo com o ângulo ele refletirá diferentes desenhos, por exemplo, tapetes com estampas de bichos, almofadas floridas, cortinas coloridas ou objetos com formas divertidas como vasos, esculturas ou porta-retratos.